Demolição do Autódromo Internacional de Curitiba/PR "AIC" (TECTER)

Demolição do Autódromo Internacional de Curitiba/PR “AIC” (TECTER)

A Tecter foi responsável pelo serviço de Demolição do Autódromo Internacional de Curitiba. Para isso, um intenso planejamento técnico foi elaborado para execução do serviço, bem como todos os requisitos de segurança e 25 anos de experiência. Com uma equipe constituída por profissionais altamente capacitados e equipamentos modernos, garantindo assim um trabalho de qualidade e seguro. A demolição sustentável foi um grande diferencial neste projeto, onde as etapas contam com gerenciamento de resíduos, garantindo que tenham a destinação correta causando o mínimo de danos à saúde pública e ao meio ambiente.

 

Editado pela Destaquei Filmes

 

A demolição de pavimentos foi de 50.760 m², de construções 31.340 m². O volume total de material reciclado foi de 43.232,00 m³ e sucata reciclada 287 toneladas. O Volume de madeira reciclada foi 35 toneladas e o material não reciclado destinado para descarte foi 8 toneladas (mesmo de 1 carga). A obra teve 2 fases, sendo a 1ª etapa 45 dias e a 2ª etapa 30 dias. A obra foi entregue dentro do prazo. A Tecter emprega em suas obras equipamentos novos com tecnologia de ponta, reduzindo mão de obra riscos e prazos de execução dos serviços. O compromisso com prazo de entrega, segurança, competência, efetividade, respeito ao ser humano e ao meio ambiente fazem com que a Tecter seja referência de mercado na prestação de serviços na construção civil. Tecter Terraplenagem e Construção Civil Ltda Visite nosso site https://tecter.com.br/

 

Bairro Planejado

A ideia é transformar o Autódromo em um bairro totalmente planejado, com novas tecnologias e conceitos, que foi planejado em parceria com o escritório do arquiteto Jaime Lerner, falecido em maio de 2021.

O projeto foi criado pela Bairru Urbanismo e ocupará uma área de 560 mil metros quadrados, sendo que 300 mil serão ocupados por áreas públicas, incluindo ruas e equipamentos públicos. Os outros 260 mil metros quadrados serão divididos em seis grandes áreas de uso residencial, comercial, misto, serviços e âncoras, lazer e especial. A maior parte desta área (133 mil metros quadrados) será dedicada ao uso residencial e a área comercial abrigará mais de 220 lojas.